Resumo de Os Dez Mandamentos- Abertura do Mar Vermelho 10/11/15

Confira o resumo especial da novela Os Dez Mandamentos- A Abertura do Mar vermelho- Próximos capítulos na Rede Record.

Resumo da novela Os Dez Mandamentos de Terça-feira, 10/11/2015 – Capítulo 167- Abertura do Mar Vermelho

Meketre tenta se desculpar com Tais, mas ela pede para ele respeitar seu tempo. Simut entrega os restos mortais de José para Moisés. Bezalel conforta a dor de Leila. Moisés fica feliz ao notar a presença de Radina. Apuki agradece a Oseias por ter salvado a vida de Jairo. Arão pede para os filhos entenderem o feitor. Abigail e Zelofeade se animam com o futuro ao lado do bebê. Datã pede perdão à Safira e eles se reconciliam. Miriã canta para seu povo. Nefertari se desculpa com Karoma. A serva avisa que Radina partiu com os hebreus. Paser parabeniza Ikeni por sua coragem. Os hebreus seguem na caminhada pelo deserto rumo à Terra Prometida. Nefertari fica arrasada ao se recordar de Amenhotep. Enfurecida, a rainha diz para Ramsés que quer Moisés morto. Ramsés tenta mudar o pensamento de Nefertari, mas é provocado por ela e acaba concordando com a ideia de matar Moisés. Um oficial avisa o rei que Jahi retornou ao Egito. Jahi se espanta ao saber por Ramsés que Radina fugiu com os hebreus. Meketre confirma para Ahmós que realmente é pai biológico de Bak. Bakenmut e Jahi aprovam a decisão de Ramsés reunir o exército para ir atrás dos escravos. Paser fica surpreso com o desejo de vingança revelado por Nefertari. Bakenmut pede que Ikeni reúna os oficiais para uma conversa com Ramsés. Paser se entristece com a determinação de Nefertari exterminar o povo hebreu. Tais ganha uma flor de Bak e se emociona ao ver o menino sofrer com a falta da mãe. Hori e Meryt ficam enciumados ao verem os dois abraçados. Tais diz que todos eles formam uma só família e as crianças se abraçam.

Comentários