Resumo semanal da novela Os Dez Mandamentos, 10/08 a 14/08/15

Confira o resumo semanal da novela Os Dez Mandamentos de 10/08 a 14/08/2015. Próximos capítulos na Rede Record

Resumo da novela Os Dez Mandamentos de Segunda-feira, 10/08/2015 – Capítulo 101

Anrão e Moisés se abraçam muito emocionados. Arão chega trazendo mais emoção à família. Zelofeade agradece a esposa pela grande mulher que ela é, mas Abigail demonstra tristeza por não poder dar um filho ao marido. Aproveitando a família reunida, Anrão relembra os momentos difíceis vividos por eles e pelo povo hebreu, emocionando a todos. Apesar da escolha de Bezalel, Hur se mostra orgulhoso com a decisão do neto e avisa que será necessário cuidado ao falar com o rei antes de deixar o palácio. Bina tenta impedir Corá de sair de casa e é humilhada pelo marido, que já não se intimida mais com as ameaças dela. Bak tenta mais uma vez saber o que acontece na Casa de Senet, mas Deborah e Aoliabe desconversam. Em sua primeira apresentação, Safira atrai todos os olhares da Casa. Karen fica enciumada por nunca ter visto uma reação assim. Karoma tenta animar o filho que ainda está triste com as palavras de Amenhotep. Ela explica que o menino precisa ser forte diante dos insultos do príncipe. Bezalel interrompe a briga dos pais e fala para Uri que agora precisa seguir o caminho que acha certo. Leila se emociona com as palavras, mas Uri não aceita a decisão do filho. Bezalel sai decepcionado com a falta de apoio do pai. Corá tenta entrar na Casa de Senet e é barrado por um segurança. Ahmós se aproxima e não permite a entrada do chefe dos escravos por não o considerar digno para o ambiente. Meketre avisa que precisa sair para visitar um fornecedor, mas Tais o seduz para convencê-lo a ficar em casa. Chibale fica encantado ao ver Ana dormindo e toca no corpo da moça. Ela acorda e eles iniciam uma conversa amiga, apesar do interesse a mais do rapaz. Apaixonados, Ramsés e Nefertari falam do triângulo amoroso do passado. O rei confessa sentir falta de Moisés, mas ela fica incomodada quando o marido brinca com um possível novo amor na vida do hebreu. Na casa de Joquebede a família canta e dança reunida. Anrão aproveita o momento e chama Arão e Moisés para conversar no quarto e abençoa os filhos. Ahmós tenta convencer Safira a receber seu primeiro cliente. Diante da recusa da jovem, ele se mostra compreensivo, mas Apuki, Jairo e os demais frequentadores lamentam. Interessado em conhecer melhor o tio, Oseias inicia uma conversa com Moisés e se mostra disponível em ajudar no que for preciso. Antes de dormir, Joquebede e Anrão conversam emocionados sobre o dia especial. Ao acordar, Joquebede faz um afago no marido e percebe algo estranho, Anrão não acorda. Miriã, Moisés e Oseias se assustam com o grito vindo do quarto e levam um choque ao perceber que Anrão está morto. O patriarca é sepultado sob uma forte emoção. Bina reage surpresa ao ver Arão. O escravo hebreu faz um discurso que emociona a todos. Ele fala sobre os motivos de sua fuga do Egito e revela que Moisés está ali. De imediato, Moisés não é reconhecido, até que uma voz grita o nome do príncipe hebreu. Moisés olha para o povo e fala que Deus o enviou para libertar os hebreus da escravidão. Espantados, os presentes se comovem com a fé de Moisés.

Resumo da novela Os Dez Mandamentos de Terça-feira, 11/08/2015 – Capítulo 102

Diante dos hebreus que prestam as últimas homenagens a Anrão, Moisés conta para todos sobre a sua verdadeira origem e revela a seu povo o chamado de Deus. Corá intervém no discurso de Moisés e diz não acreditar que ele é o libertador dos hebreus. Arão convoca os anciãos e os demais hebreus para explicar como tudo aconteceu. Bezalel decide deixar o palácio e deixa Leila emocionada. Ela diz que sente orgulho do filho e que gostaria de partir com ele, mas que precisa fazer companhia para o marido. Tais e Judite vão até o palácio para visitar Ana, que permanece muito fraca. Bezalel se despede de Uri e o deixa contrariado com a sua decisão de sair do palácio. Os hebreus voltam para o trabalho e Apuki fica enfurecido com a demora dos escravos. Nadabe enfrenta Apuki ao ouvir o feitor desdenhar Anrão. Outros escravos se juntam a Nadabe e formam uma parede humana deixando claro que estão preparados para tudo. Paser conversa com Ana e diz que ela deve tomar a medicação, ou poderá morrer. Ana aceita a fórmula do sacerdote e o deixa aliviado. Ana implora para a mãe tira-la do palácio. Bezalel pede permissão a Ramsés para deixar o palácio e deixa o faraó contrariado. Karen diz para Safira que ela tem jeito para trabalhar na Casa de Senet, mas a novata fala que prefere fugir a virar prostituta. Karen, no entanto, fala que Ahmós é um homem perigoso e que é capaz de tudo para proteger seu investimento. Apuki fala para Jairo que a irmã dele está muito doente e Oseias ouve a conversa, ficando preocupado. Eliseba e Inês se mostram preocupadas com a reação de Apuki e Ramsés ao saber da volta de Moisés e Arão ao Egito. Cínica, Nefertari diz a Tais que, se é da vontade de Ana, a dama pode deixar o palácio. Chibale não esconde a tristeza ao saber que Ana deixará o palácio. Bezalel vai até a casa de Abigail e pede abrigo deixando a tia e Deborah felizes com a decisão do rapaz. Tais diz para Ana que quer que ela volte a trabalhar para ela deixando a moça contente. Nefertari comemora a saída de Ana do palácio. Zelofeade conta a Bezalel que Moisés voltou para libertar os hebreus e deixa o rapaz radiante. Os hebreus se reúnem para ouvir as palavras de Moisés a Arão, que se colocam diante do povo. Arão conta aos hebreus sobre a sarça ardente e muitos ficam desconfiados, entre eles Corá, Datã e Abirão. Outros hebreus, no entanto, ficam maravilhados com as palavras dos irmãos. Para provar que diz a verdade, Moisés joga seu cajado no chão, que se transforma em serpente, deixando todos maravilhados.

Resumo da novela Os Dez Mandamentos de Quarta-feira, 12/08/2014 – Capítulo 103

O povo fica abismado com o sinal de Deus. Moisés vai até a cobra e a pega pela cauda e a serpente novamente se transforma em cajado. Todos ficam maravilhados, com exceção de Corá e Abirão. Para provar que é o libertador dos escravos, Moisés leva uma de suas mãos ao peito e ao tirá-la, está com lepra. O povo se assusta e Moisés coloca a mão novamente em seu peito e a mão retorna sadia. Nadabe e Abirão vão até o Nilo pegar água para mais uma prova sobre a veracidade das palavras de Moisés. Uri não consegue esconder a frustração por Bezalel deixar a família e o palácio. Ana confessa para Judite que não se deitou com Ramsés por amor a Oseias. Judite aconselha a filha a ficar longe do hebreu, caso contrário Apuki irá mata-lo. Nadabe entrega o jarro de água do Nilo para Moisés, que despeja na terra e a água se transforma em sangue. Os hebreus começam a dizer palavras de louvor a Deus e agradecer por ter enviado o libertador. Todos voltam para suas casas e comentam sobre os milagres que presenciaram. Corá se mostra resistente aos ideais de Moises e diz que o faraó ficará furioso ao descobrir as intenções de Moisés. Karen se recusa a dançar na Casa de Senet e Ahmós a ameaça. Moisés diz para Joquebede e Miriã que não será fácil convencer Ramsés a libertar os escravos. Oseias se mostra preocupado com a saúde de Ana. Contrariada, Safira dança no palco da Casa de Senet e atrai olhares dos frequentadores, entre eles Jairo, Apuki e Meketre. Uri ignora Leila e não se importa com o sofrimento da mulher. Karen fica com ciúmes ao perceber o interesse de Meketre por Safira. Aoliabe percebe o interesse de Bezalel por Deborah e o provoca. Bezalel e Deborah ficam um tempo a sós e não conseguem esconder a forte atração que sentem um pelo outro. Miriã diz para Oseias que irá procurar notícias de Ana. Ramsés conta a Paser sobre os sonhos que teve na noite anterior. Paser diz que irá procurar o significado dos pesadelos e deixa Ramsés angustiado. Bezalel diz a Deborah que pretende ser um hebreu como todos os outros. Safira percebe que Karen está chateada e tenta uma aproximação. Ahmós diz para Karen não tentar atrapalhar um possível contato entre Meketre e Safira. Miriã vai até a casa de Judite e se surpreende ao ver Ana. Abirão e Datã tentam convencer Corá a contar para Apuki sobre a volta de Moisés e Arão. Os irmãos vão até o palácio. Ikeni faz a guarda do palácio e fica estarrecido com a presença de Moisés em sua frente. Corá decide falar com Apuki, mas em troca da informação, pede que o feitor o ajude a entrar na Casa de Senet. Apuki fica chocado com as informações passadas por Corá. Ikeni diz para Ramsés e Nefertari que Moisés está de volta. Todos ficam surpresos, especialmente a rainha.

Resumo da novela Os Dez Mandamentos de Quinta-feira, 13/08/2015 – Capítulo 104

Ramsés e Nefertari ficam incrédulos com a notícia do retorno de Moisés. O faraó fica maravilhado com a notícia e pede a Ikeni trazer Moisés, mas impede a entrada de Arão no palácio. Apuki fica muito irritado com a notícia e Corá diz para o feitor que ninguém pode saber que foi ele quem deu a notícia. Apuki conversa com outro feitor para dar a impressão de que acabou de saber da notícia. Apuki vai até Calebe, Oseias, Itamar e Eleazar para tirar satisfação. Moisés conversa com Arão e decide entrar sozinho no palácio. Nefertari decide deixar o faraó a sós com Moisés para não reencontrar o seu antigo amor. Apuki conversa com os filhos de Arão e manda um recado para o escravo retornar para o trabalho no dia seguinte. Datã dá em cima de Deborah e não esconde o ressentimento que sente por Corá após ele ter se engraçado com Safira. Abirão pede para o irmão manter a calma, pois eles precisam de Corá. Aoliabe diz não suportar o jeito como Datã olha para sua irmã Deborah. Eldade diz para os outros escravos que acredita que Corá é um traidor. Angustiada, Nefertari conta a Karoma sobre o retorno de Moisés. Moisés e Ramsés finalmente se reencontram na sala do trono. Miriã fica feliz ao ver Ana bem e conta que foi Oseias quem a mandou. Gahiji manda Chibale contar a Leila sobre o retorno de Moisés. Ramsés e Moisés conversam amigavelmente, matando as saudades que sentiam. Paser fica preocupado com Nefertari ao saber do retorno de Moisés. Chibale conta para Leila e Henutmire sobre a volta de Moisés e as deixam espantadas. Henutmire entra na sala do trono, olha Moisés por um instante e se abraçam emocionados. Karen se encontra com o filho Bak e o garoto pede a ela que o leve para sua casa. Os dois têm uma dura conversa e se abraçam. Nefertari diz a Paser que está muito confusa com a volta de Moisés e chora nos braços do pai. Karen e Safira conversam amigavelmente e a mãe de Bak confessa que sentiu ciúmes dela com Meketre. Bina tenta convencer Corá que ele agiu mal ao contar para Apuki sobre o retorno de Arão. Miriã, Calebe e Oseias se preocupam com a demora de Moisés no palácio. Arão se nega a ir trabalhar na obra e diz que somente acata as ordens de Deus. Apuki descobre que Miriã esteve em sua casa e fica furioso com Ana e Judite. Tais coloca Meketre contra a parede e pede para o marido contar a verdade para ela. Bezalel decide ir para a obra junto com seus familiares e Aoliabe zomba dele. Nefertari entra belíssima na sala do trono e se reencontra com Moisés, que a olha como uma amiga. Já Nefertari luta para disfarçar a emoção por estar diante do seu antigo amor.

Resumo da novela Os Dez Mandamentos de Sexta-feira, 14/08/2015 – Capítulo 105

Nefertari diz a Moisés que ficou muito feliz com o retorno dele. Ramsés diz para a rainha que Moisés, além de ter virado pastor, se casou e tem dois filhos. Nefertari demonstra frieza, que é notada por Henutmire e Ramsés. Eliseba, Nadabe e Eleazar dizem a Arão que Corá pode ser um traidor. Miriã diz a Oseias que Ana adoeceu de amor por ele e deixa o rapaz irradiante. Ana e Judite se alegram com a notícia da chegada do libertador e deixa Apuki furioso. Corá e Bina falam sobre a volta de Moisés e o chefe dos escravos diz não acreditar que ele é o libertador. Bina diz que o marido está com inveja e ele a chama de inocente. Moisés diz a Ramsés, Nefertari e Henutmire que ficará hospedado na vila dos hebreus e deixa todos espantados. Ramsés diz que irá nomeá-lo conselheiro. Moisés desconversa e diz que precisa voltar à vila. Arão e os filhos ficam angustiados com a demora de Moisés em voltar para a vila. Tais pressiona Meketre novamente e pede para o marido contar a verdade. Cínico, ele diz que comprou uma joia para ele e tem saído para acompanhar a fabricação da peça, deixando a mulher arrependida por desconfiar do marido. Deborah não consegue mais esconder o encantamento por Bezalel e deixa o irmão Aoliabe ainda mais incomodado. Henutmire e Moisés conversam e a princesa conta tudo sobre Yunet e Nefertari, deixando Moisés estarrecido. Hur entra no quarto e Moisés nota a intimidade dele com Henutmire e fica feliz por sua mãe adotiva. Bina fica enfurecida ao ver Corá saindo arrumado para a Casa de Senet. Ramsés pergunta a Nefertari se ainda tem problemas mal resolvidos com Moisés e deixa a rainha encabulada. Corá vai até a casa de Apuki para cobrar a promessa e coloca-lo para dentro da Casa de Senet. Bina conta a Datã que Safira está trabalhando na Casa de Senet e deixa o ex-cunhado em choque. Nefertari revela a Karoma que ainda ama Moisés. Corá entra na Casa de Senet com Apuki e fica maravilhado ao ver Safira dançando. Henutmire tenta convencer Moisés a ficar no palácio, mas ele diz que as coisas não poderão mais ser como antes. Todos os homens ficam encantados com a sensualidade de Safira. Corá diz para Apuki que Safira é sua cunhada e o deixa incrédulo. Paser conta para Moisés toda a verdade sobre o sonho que obrigou Moisés a fugir do Egito. Nefertari ouve a conversa e fica decepcionada com o pai. Nefertari pede para ficar a sós com Moisés. A rainha tenta seduzir Moisés, diz que ainda o ama e o deixa assustado.

Comentários